menu-to-close

Nos reunimos com Rio Branco para dar início ao trabalho de assessoria para construção de plano municipal de segurança alimentar e nutricional

Escrito por LUPPA

13 de abril de 2022
Nos reunimos com Rio Branco para dar início ao trabalho de assessoria para construção de plano municipal de segurança alimentar e nutricional

A missão principal do LUPPA é ampliar o número de cidades brasileiras que elaboram políticas estratégicas e plurianuais para a alimentação e um dos objetivos do projeto é fortalecer essa agenda no território amazônico. Por isso, na nossa primeira edição definimos um prêmio a ser concedido a uma cidade amazônica: uma assessoria para construção de plano municipal de segurança alimentar e nutricional. A cidade selecionada após as atividades imersivas do LUPPA foi Rio Branco, no Acre.

Na última segunda-feira, 11 de abril, realizamos a reunião de trabalho inicial, que contou com a presença de representantes do Instituto Comida do Amanhã, do ICLEI América do Sul, do Prefeito de Rio Branco, de integrantes das secretarias de meio ambiente, planejamento, educação e agropecuária, e representantes da sociedade civil ligados ao Centro Colaborador em Alimentação e nutrição do Escolar – Cecane da Universidade Federal do Acre e ao Conselho de Assistência Social, reforçando o papel da intersetorialidade e da participação popular para tornar o trabalho efetivo.

Na reunião foi apresentado o “projeto âncora” de Rio Branco, elaborado durante as oficinas do LUPPA, que prevê a ampliação de hortas comunitárias e em comunidades escolares e incentiva a aproximação da população infantojuvenil com a alimentação saudável e o acesso à educação ambiental.

O prefeito Tião Bocalom mencionou a importância do projeto para o município de Rio Branco “É fundamental que tenham escolhido Rio Branco, nos dado esse prêmio. Esse trabalho conjunto é uma oportunidade para continuarmos avançando na construção do nosso plano de segurança alimentar e nutricional, o primeiro a ser elaborado aqui no Acre.”

Francine Xavier, diretora do Instituto Comida do Amanhã e uma das coordenadoras do LUPPA, participou do encontro e destacou que “Rio Branco ganha a oportunidade da construção do seu plano de segurança alimentar e nutricional. Para nós também é uma grande premiação poder estar junto com vocês”. Durante a reunião também foi acordado o plano de trabalho a ser seguido nos próximos meses.

Estamos muito felizes em iniciar esta jornada conjunta porque acreditamos que quando as políticas são construídas de uma forma integrada, coerente, com participação social e uma visão sistêmica da alimentação; quando são estrategicamente planejadas e monitoradas, focadas nas dinâmicas territoriais; são capazes de entregar resultados efetivos, duradouros, legítimos e, portanto, eficazes.