Reunião de Acompanhamento 3

Reunião de Acompanhamento 3

13 jul 2022 | Eventos internos | 1ª edição

Zoom

}

10h (horário de Brasília)


LUPPA

O próximo encontro bimestral do LUPPA será realizado no dia 13 de julho, a partir de 10h (horário de Brasília), e vamos utilizar esse momento para continuar o debate que iniciamos da reunião de maio, sobre os desafios, demandas e agendas que possam ser levadas, de forma coletiva, para os grandes acontecimentos nacionais e internacionais de 2022.

São eles: a COP 27 no Egito (“COP”​ é como se designa a ​conferência internacional de Mudança​s​ Climáticas que acontece todo ano em novembro, e que desde 2020 tem trazido a centralidade dos sistemas alimentares para a agenda das mudanças climáticas); o encontro global das cidades signatárias do Pacto de Milão sobre Política de Alimentação Urbana que esse ano acontecerá na cidade do Rio de Janeiro em outubro; além, obviamente, das eleições estaduais e nacionais igualmente em outubro.

Nossa proposta é partir dos desafios gerais que foram mapeados em nossas oficinas, para debater que ações estaduais, nacionais, e da comunidade internacional são necessárias para que os municípios possam endereçar as soluções que buscam ver alcançadas para seus desafios locais. Vamos também aproveitar a experiência da evolução do projeto âncora de cada cidade para compartilhar essas constatações: desafios comuns e possíveis demandas coletivas, de cunho técnico e de política pública, que possam ser levados para estados e união.

Para participar da abertura do encontro receberemos Nicole Pita, gerente de projetos do IPES Food, o Painel Internacional de Especialistas em Sistemas Alimentares Sustentáveis, que vai falar sobre o movimento da Declaração de Glasgow sobre a Alimentação e o Clima, e como cidades e governos subnacionais vem se posicionando internacionalmente sobre essa importante interseção de agendas, Camila Pontual, Coordenadora Adjunta de Relações Internacionais e Cooperação na Prefeitura do Rio de Janeiro, para uma fala sobre a organização do Fórum Global do Pacto de Milão para Políticas Públicas Alimentares no Rio de Janeiro e Darklane Rodrigues, Subsecretária de Segurança Alimentar e Nutricional de Belo Horizonte, que vai fazer uma breve introdução sobre o Pacto de Milão, sua rede de signatários, a razão do encontro anual e qual será a temática que norteará esse encontro de outubro.

A reunião será ainda uma oportunidade para que as cidades que não conseguiram finalizar seu projeto busquem inspiração para o desenvolvimento dessa importante ferramenta de orientação para as ações prioritárias a serem implementadas em cada município.

Para que nossa discussão traga a diversidade de visões de nossas cidades participantes, queremos contar com a presença de representantes da prefeitura e da sociedade civil de todas as cidades, afinal é a partir do trabalho conjunto que podemos tirar forças para a construção de sistemas alimentares saudáveis, sustentáveis e justos para todos.

Materiais